Atendemos suas necessidades de desenvolvimento de websites, webdesign, aplicativos web e mobile, integrações, automações, APIs. Cuidaremos muito bem do seu projeto!

Tel: +55 (21) 98102 8640

felipe@huszardev.com

Huszardev

Agência Digital

Utilizando o mapa mental para auxiliar em um briefing de projeto de Website (ou outros)

Já vimos no post anterior que é muito comum que projetos de websites possam falhar quando não há um gerenciamento correto das expectativas do cliente ou quando não há uma comunicação adequada durante o projeto. Surge então a seguinte dúvida: quais são as ferramentas que podemos aplicar para ajudar em um levantamento inicial – comumente conhecido como briefing – de forma a, logo de cara, facilitar a comunicação com o cliente e as outras partes do projeto?

O mapa mental é uma excelente ferramenta que pode ser usada para produzir brainstroms, briefings, estimativas e diversos outros insumos de projeto com objetivo de facilitar a comunicação e melhorar o entendimento. Geralmente, ao desenvolver websites, agências e profissionais de todo mundo estão acostumados com o famoso briefing em texto corrido. Apesar de ser rico em detalhes e necessário em um levantamento de escopo mais aprofundado, o texto corrido muitas vezes não captura a essência de um projeto, pois muitas vezes não destaca e isola os pontos mais relevantes para um projeto.

O mapa mental é uma ferramenta que possui a proposta de, visualmente, isolar os tópicos do projeto (e aí depende do gerenciamento de cada um), podendo também conter uma descrição textual em cada tópico. Dessa forma, os leitores podem isolar os tópicos mais relevantes para o entendimento ao invés de ter que absorver toda aquela massa de informação que pode vir a ter um briefing de um projeto complexo. A seguir, alguns exemplos de mapa mental para um levantamento inicial de um projeto de websites e sistemas web.

ComO fazer mapa mental

Antes de iniciar o seu mapa mental, é necessário ter uma ferramenta adequada. Vamos falar de algumas ferramentas interessantes na próxima postagem, mas já adianto que uma ferramenta excelente para confecção de mapas mentais é o XMind. Possui versão gratuita e paga.

A grande verdade é que não existem regras, isso vai da organização de cada projeto. Nos próprios exemplos dados, podemos ver mapas com variados objetivos e complexidade. Analise o seu projeto, veja o perfil do cliente e da sua equipe. Comece com um nó central contendo o nome do projeto e adicione tópicos que sejam relevantes para seu briefing. Eles podem ser áreas do website em si como funcionalidades, páginas institucionais, páginas privadas, e outras áreas que o seu website pode conter, ou então, para projetos maiores, fases do projeto, como preparação, fase de pesquisafase do frontend, fase do backendhomologação final. O importante é que seu mapa mental categorize de forma visual o seu projeto e possa ajudar você, sua equipe e seu cliente a alinhar as expectativas antes de prosseguir para confecção de documentos mais aprofundados do projeto.

Aliais, vale ressaltar que um mapa mental pode também ser usado para todo gerenciamento do projeto, dependendo de seu nível. Porém, não recomendamos, pois existem ferramentas mais apropriadas para isso. O mapa mental, apesar de uma excelente ferramenta, não é interativo, e sua atualização constante por diversos membros de equipe pode levar a problemas de versionamento.

Concluindo, o mapa mental é, quando utilizado corretamente, uma excelente ferramenta para briefings, levantamentos iniciais, estimativas e brainstorms, o que pode facilitar bastante as fases iniciais e até fases intermediárias do projeto. Use essa ferramenta e com certeza o seu cliente verá sua capacidade de gerenciamento e organização, aumentando suas chances de realizar um projeto com melhores chances de sucesso.

 

Desenvolvedor e Gerente de Projetos

Postar um comentário